Luiza Ribeiro tem uma história de envolvimento em favor da justiça social, de uma educação para a cidadania e para a valorização da vida e das liberdades civis, desde sua adolescência. Parceira dos movimentos da mulher, cultura, questões raciais indígenas e negros, movimento LGBT, Luiza participa de ações que combatem a homofobia, a intolerância e o fundamentalismo religiosos, a discriminação racial, a exploração sexual de crianças e adolescentes e a violência contra a mulher.

É filiada ao PPS e foi eleita vereadora para o mandato de 2013-2016. Nesses anos de muita confusão política em nossa cidade sempre se posicionou contra a cassação do Prefeito Alcides Bernal, defendendo a democracia e o respeito ao voto do eleitor conferido nas urnas em 2012.

Foi proponente da CPI que denunciou a máfia do câncer. Também fez várias denúncias ao Ministério Público Estadual (MPE) que provocou investigações como os desvios de recursos da saúde e do serviço de tapa-buraco. Pediu a restituição dos valores desviados do GISA e a investigação de venda ilegal de alvarás de táxi. Foi testemunha do MPE na Operação Lama Asfáltica ajudando a desvendar um esquema de desvios de recursos de obras e serviços públicos nos governos passados. Aprovou importantes projetos de Lei, entre eles, o que criou a Lei da Ficha Limpa, que instituiu orçamento de 1% para a cultura e a Lei que cria cotas para negros e indígenas nos concursos públicos.

Luiza Ribeiro atua em defesa da Educação Infantil como uma garantia de que as crianças tenham um desenvolvimento adequado e que sejam protegidas da violência e encaminhadas para uma vida mais autônoma. Também é defensora do SUS e contra privatização. É advogada de profissão e como vereadora participa das Comissões Permanentes de Saúde, Cultura, Direitos Humanos e Legislação Participativa.